Acera

Pardella
novembro 16, 2021

Texto escrito pelo: time de Desenvolvimento de Mercado Ballagro.

Acera é um inseticida microbiológico, em formulação exclusiva, elaborado a partir de esporos e cristais de duas cepas exclusivas de Bacillus thunringiensis, selecionadas pela Embrapa. É indicado para um eficiente controle das lagartas Spodoptera frugiperda (lagarta-do-cartucho)e Chrysodeixix includens(lagarta-falsa-medideira).

Sua ação ocorre através da ingestão dos cristais e esporos de B. thuringiensis presentes no produto e rapidamente interrompem a alimentação das lagartas. Através da ruptura do intestino das mesmas, causam septicemia, levando-as a morte. Na cultura do milho e do algodoeiro observamos controle em 24 horas e mortalidade total em até 72 horas, controlando de maneira efetiva, quando comparados com aplicações químicas.

A Spodoptera frugiperda, também conhecida como lagarta-do-cartucho, é uma das mais importantes pragas dos cultivos comerciais atualmente, pois possui rápido desenvolvimento, tem comportamento polífago e causa danos que levam a perdas consideráveis

Esta praga possui desenvolvimento completo passando por quatro fases: ovos, lagarta, pupa e adultos; estes normalmente se acasalam em períodos noturnos e são responsáveis direto pela disseminação da praga.

No caso da cultura do milho, as fêmeas ovipositam nas folhas e assim se inicia um novo ciclo. Após um período de 3 a 5 dias os ovos eclodem e então as lagartas neonatas começam sua alimentação raspando as folhas e se alojando no cartucho, onde buscam abrigo para se desenvolver e continuar se alimentando, aumentando assim o dano.

A fase larval dura em média de 14 a 22 dias, e por estar alojada, o controle fica bastante difícil. Nas aplicações de inseticidas, tanto químicos quanto biológicos, recomenda-se o uso de desalojante para que a praga fique exposta e obtenha assim um melhor controle. A S. frugiperda pode atacar também além das folhas as espigas de milho. Os problemas com esta praga se agravam devido a sua característica de polifagia, além de cultivos sucessivos, formando assim as “pontes verdes”, aumentando assim suas chances de sobrevivências.

Chrysodeixis includens, conhecida por lagarta falsa-medideira, caracteriza-se pelo hábito de se locomover dobrando o corpo, parecendo estar “medindo palmo”. Apresentam apenas dois pares de falsas pernas na região abdominal e um caudal, razão pela qual se movem desta maneira. 

As fêmeas depositam seus ovos normalmente na superfície inferior das folhas de soja, de forma individualizada, apresentando a fêmea uma fecundidade média de 700 ovos. Os ovos são globulares medem cerca de 0,5 mm de diâmetro e apresentam coloração creme clara, já próximo a eclosão atingem a coloração marrom clara. As lagartas que eclodem são de coloração verde clara com lista longitudinais brancas e pontuações pretas, atingindo até 45 mm de comprimento no último estado larval, sendo que durante seu desenvolvimento, a lagarta modifica sua coloração, de verde amarronzada a verde limão translúcida quando se alimenta.

Deixe uma resposta